sábado, 7 de novembro de 2015

Velha Infância

E aí, pessoas? Tudo bem? O assunto desse post tem a ver com aquela gente que apesar de já terem passado bem da idade ainda não se desapegaram dos desenhos, e eu não estou me referindo aqueles desenhos da sua época que são reprisados uma vez na vida e outra na morte, eu estou falando de pessoas como eu que quando vão ao cinema ficam meio que sendo o único adulto desacompanhado de alguma criança, então pensando nos “Peter Pans” da vida real resolvi levantar alguns desenhos de agora que valem a pena serem assistidos.

4º O Segredo Além do Jardim: O desenho conta a história de dois irmãos que se perderam em uma floresta chamada Desconhecido e precisam voltar para casa com a ajuda de um pássaro falante chamado Beatrice, enquanto tentam não serem pegos pela Fera. Fiquei definitivamente sem palavras, se você começar a assistir não vai parar até o ultimo episódio, de infantil só a animação mesmo, envolto em mistério e todos os personagens são carismáticos, quase chorei quando vi o último capitulo, com certeza merecia uma segunda temporada, mesmo que seja só para vermos Beatrice (SPOILER discreto) como um passarinho novamente. (FIM DO SPOILER)

3º Steven Universo: Steven Universo é um desenho um pouco psicodélico, nada no nível de “Hora de Aventura”, mas é no mínimo estranho, podemos ver o nível da coisa quando nos apresentam melhor o povo de Rose Quartz, mãe de Steven, é um planeta formado por mulheres jóias super poderosas, então basicamente Steven é um híbrido de alienígena e humano, que tem que proteger o seu planeta. Mas nem de longe esse é o atrativo de Steven Universo, na verdade isso fica mais como pano de fundo, Steven Universo fala sobre um garoto gordinho e desajeitado, livre de preconceitos e quer que todo mundo viva feliz sendo exatamente como é, ou seja, é o melhor desenho para qualquer criança e adulto, muitas pessoas que se julgam maduras ainda não aprenderam metade da mensagem que esse desenho tenta passar, infelizmente.

2º O Incrível Mundo de Gumball: Quem não se lembra de “Arthur” desenho de um porquinho da índia e sua família que passava na TV Cultura há uns anos atrás? Pois é, Gumball tem uma proposta um pouco parecida, o desenho conta a história da família Watterson que não tem nada de especial se comparado as outras, porém estamos em uma época de desenhos psicodélicos eles querem fazer as crianças usarem LSD só pode então vamos encontrar bizarrices a níveis catastróficos do tipo, qualquer objeto é animado, e “partes” como por exemplo o queixo falante, mas mesmo sendo um pouco estranho o desenho é simplesmente fantástico e descontraído, vale mais a pena para os pais esquecerem dos problemas da vida
do que para as crianças. Eu realmente recomendo.
1º Hora de Aventura: Esse é o desenho aparentemente sem nexo mais complexo que eu já vi destinado ao público infantil, à história basicamente faz alusão a um futuro pós apocalíptico depois de uma grande guerra nuclear, podemos presumir que a guerra era nuclear, pelo fato de ser chamada de guerra dos cogumelos, e acho que o mundo nunca vai se esquecer do formato das bombas atômicas. Depois que a ultima grande bomba cai a magia retorna ao mundo, o desenho se passa mais ou menos mil anos depois dessa guerra, tendo como protagonista Finn e Jake, dois guerreiros que juraram proteger o Reino Doce e sua monarca Princesa Jujuba de todo mal, todo mal que na maior parte do tempo é o Rei Gelado. Falando dessa maneira o desenho não parece ter nada de tão especial, mas a história do desenho segue uma linha tão maligna que você consegue se apegar aos personagens, as músicas conseguem te passar a emoção do momento, sem contar a personalidade de cada um que é única e insubstituível, realmente eu não sei como revelar a grandeza desse desenho em apenas um texto. Então se você ainda não assistiu esse desenho porque “Os da sua época eram melhores”, recomendo fortemente você repensar sobre isso, porque está perdendo uma das maiores obras primas da televisão.