terça-feira, 24 de maio de 2016

Gravata é obra de satanás!



Esses dias eu estava vendo roupas masculinas, e então vi um terno e pensei, para que diabos serve uma gravata? Fiz o que qualquer pessoa dessente faz em um momento de dúvida, procurei no Google, e simplesmente não achei nenhuma explicação cabível para alguém aderir esse acessório tão desnecessário, a resposta mais lógica que eu encontrei foi do usuário “Zerenda2000”, no site Yahoo Respostas: 

A gravata foi "inventada" em Londres, no século XIX, para substituir o cachecol, como conhecemos hoje. Londres é uma cidade como São Paulo era antigamente: a maior parte do ano, nublada e muito úmida, o que faz com que a temperatura seja quase sempre em torno dos 18 graus. O Brasil colonial copiava muitas coisas das Cortes Européias, e uma delas é exatamente a Gravata. A Gravata tornou-se símbolo de austeridade, não só na Europa mas, em todo mundo.”

Infelizmente esse ser humano não deixou fontes para o que ele disse, e o que ele disse não encontrei claramente em nenhum site confiável, o que me restou foi confiar na palavra dele, até porque realmente faz sentido, inclusive mais sentido do que uma das explicações que eu encontrei, em algum site que eu não me lembro agora, sobre a gravata ser inspirada no adorno de pescoço dos faraós. 

Mas, pensemos por um instante, qual a razão da gravata ser um acessório tão super valorizado? Afinal, “Terno e gravata”, meu deus, é a razão da existência, símbolo de poder, só que não cara, gravata é só uma tirinha de pano que esquenta, faz o seu pescoço ficar apertado, suado e dolorido, não faz sentido essa super valorização, e para piorar, ainda temos de ficar decorando a maneira correta de usar um acessório que, simplesmente, ninguém quer usar! Simplesmente porque alguém há alguns séculos atrás ficou incomodado com o frio e um nobre idiota quis copiar.
 
Eu não vejo utilidade para esse texto, ninguém vai parar de usar gravatas, mesmo odiando, por causa desse texto, mas eu precisava desabafar, colocar pra fora todo o desprezo que eu sinto por esse acessório. 

Por fim, vou deixar aqui a resposta do usuário, “Luigi Scrofa”, que expressa toda a inutilidade desse acessório desprezível:

  • Pra ponta cair na sopa.
  • Pra limpar a boca.
  • Pra esconder que a camisa tá sem botão
  • Pra amarrar trabalho pra fazer no fim de semana.
  • Pra substituir o cinto quando o mesmo quebra
  • Pro patrão te amarrar na mesa de trabalho
  • Pra não ter que trocar a camisa sempre
  • Pra dar um lustro no sapato
  • Pra por lembrete
  • Pra não ter que escolher presente no dia dos pais
  • Nem no Natal
  • Pra por grampo de gravata
  • Pra se sentir aliviado quando tirar ela
  • Pra combinar com lenço